EL TRIPA SECA

O pequeno Rámon nasceu no México em 1923. Filho de pais italianos refugiados da Primeira Guerra Mundial, Ramón teve uma infância pobre e sofrida e por isso sempre foi muito magrinho ganhando dos colegas o apelido de Tripa Seca.

Por 20 anos trabalhou em produções de pimenta e tequila em Guadalajara.
Mas devido às más influências, Tripa Seca passou a Praticar pequenos delitos e nas décadas de 1970 e 1980 ganhou fama se tornando um folclórico vilão mexicano.

Apaixonado por futebol, em 1970, após a derrota da Itália para o Brasil na final da Copa do Mundo em seu país, Tripa Seca resolveu vingar sua família e arquitetou diversos planos.

A vitória da Itália eliminando o Brasil na Copa do Mundo de 1982 foi o estopim para que Tripa Seca colocasse em prática seu plano e concluísse a vingança. Em 1983 ele foi o responsável pelo roubo da Taça Jules Rimet.

Após o assalto, Tripa Seca derreteu a taça e quando andava pelas ruas do Rio de Janeiro, mulherengo, se distraiu com uma linda carioca e acabou tendo sua maleta roubada e viu ir embora quase todo os seus 4kg de ouro.

Aprendeu ali que a vingança nunca é plena, mata a alma e a envenena. Mas naquele momento Tripa Seca não pensava em mais nada além daquela garota. Com o pouco ouro que restou e após longas investidas, Tripa Seca mandou fazer uma aliança e pediu sua amada em casamento.

Tripa Seca foi para o interior de São Paulo e sem emprego resolveu colocar em prática tudo o que aprendeu nas produções de pimentas durante sua juventude. Para se redimir dos erros cometidos prometeu dar aos brasileiros o melhor que podia oferecer, os melhores molhos de pimenta!

Hoje, aos 92 anos, ainda guarda a sete chaves os segredos de seus molhos e vida picantes.

fura-tripa
racha-cuca
alma-negra
traicoeira
pistoleira

Um molho para cada ocasião

DO SUAVE AO PICANTE INTENSO

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt
0